quinta-feira, 30 de dezembro de 2010



"A gente se arrisca porque gosta de chorar de vez em quando.
E se arrisca mais forte ainda porque gosta de sorrir também,
digo eu,que não gosto (nem um pouco) do verbo prender.
Prender o riso.Prender o choro.
Prender o grito.Prender o verbo.
Faz a gente deixar de ser, a gente.

Prefiro dar. Entregar. Partilhar. Entrelaçar."



terça-feira, 23 de novembro de 2010

 
Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores
Refazendo minhas forças, minha fonte, meus favores
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores
Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho
Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim.



                                                                                            

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

É loucura

        
        É bem mais fácil acreditar que foi apenas um momento de loucura daqueles que chegam de repente derrubando tudo o que vem pela frente sem pedir licença e sem se preocupar com nada que está lá fora. E é desses momentos inesperados e surpreendentes que tenho medo. Medo de não conseguir me proteger, medo de não conseguir me esconder, da tentação do proibido, do escondido e do quero mais.
        Não posso agora depois de tudo, fingir que simplesmente já passou e que não foi nada de mais, isso é pura estupidez. Não posso negar, mexeu com os 5 sentidos, provocou a imaginação. Já tentei explicar o inexplicável e obviamente não consegui. Procurei me dedicar a outros pensamentos, o que não durou muito tempo. Ainda procuro a resposta para tudo isso, já que nos meus planos isso nunca apareceu.
       Confesso que até mesmo me assustei e demorei um pouco para acreditar o que estava de fato acontecendo. Acredite, não foi inocência minha apenas surpresa.
Tentação, desejo, brincadeira, oportunidade ou curiosidade? O que foi afinal que levou a isso? Na verdade isso nem interessa mais. O que agora martela na minha cabeça é saber que existem além de nós mais pessoas indiretamente envolvidas e é isso que mais me preocupa, não quero magoá-las.Você tem a sua vida e eu tenho a minha, cada um cuida da sua, combinado assim?
       Mas quer saber o que me preocupa mais? É lembrar o quanto foi bom. O quanto me senti maravilhosamente bem. Hoje vi o seu outro lado, o qual você consegue esconder muito bem e que sabe demonstrar de forma melhor ainda. O lado que me conquistou e que me deu curiosidade em atisar, provocar, atormentar... Aos poucos fui descobrindo o quanto eu também tinha vontade e as conseqüências que poderiam aparecer.
Seu cheiro, seu beijo, seu corpo ainda posso sentir...
Loucura? Só pode ser.
Tem que ser, não existe qualquer outra “desculpa”, e não pode existir.
E daqui pra frente o que fazer? Tentar esquecer.
Hoje foi um dia daqueles que não se podem repetir. Isso vai além do querer.
Você é perigoso! Isso agora eu posso afirmar! Pensava que te conhecia, que nada! Você me surpreendeu.
       Agora que você chegou atrasado, deixa eu só te avisar... a minha vida não aceita mais a entrada de novos turistas, as vagas para intercâmbio já se esgotaram a um tempinho e a fila parou de andar. Então deixa eu esquecer e só imaginar que se essa loucura tivesse acontecido a um tempo atrás  concerteza eu não iria resitir e não te deixaria escapar, não cansaria de te provocar.



                                                                                                    

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A Pessoa Errada


          Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus, deu tudo certo!", quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.
                                   
                                                                                       

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Quando me amei de verdade

           Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E, então, pude relaxar. Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima. Quando me amei de verdade, pude perceber que a minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra as minhas verdades. Hoje sei que isso é... Autenticidade. Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... Amadurecimento. Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo. Hoje sei que o nome disso é... Respeito. Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável ... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... Amor-próprio. Quando me amei de verdade, deixei de temer meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro. Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo. Hoje sei que isso é... Simplicidade. Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão e, com isso, errei menos vezes. Hoje descobri a... Humildade. Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o Futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude. Quando me amei de verdade, percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada. Tudo isso é.... SABER VIVER! “Não devemos ter medo dos confrontos... Até os planetas se chocam e do caos nascem as estrelas.”



                                                                                                                               

domingo, 1 de agosto de 2010

Lar, doce lar

Eu e meu "monstrinho" (apelido carinhoso dado por mim a meu noivo kkk...) finalmente compramos a nossa casa. Foram meses e mais meses de enorme procura, casas e mais casas foram visitadas e muitos negócios quase fechados. Esse tal "quase" era o que mais nos irritava. Não víamos a hora de comprar a nossa casinha e reformá-la para deixá-la com a nossa cara. O que importa é a casa que seria nossa já estava guardada a um bom tempo, só aguardando o momento certo de surgir a nossa frente. Agora é só colocar as mãos na massa durante a reforma e construir mais do que uma casa, construir um lindo lar.

 
LAR, UM LUGAR PARA VOLTAR
Você já se deu conta da importância do seu lar?
Não nos referimos ao valor financeiro da sua casa, mas da importância do aconchego do lar.
Na correria do nosso dia-a-dia, muitos de nós não pensamos no que significa ter um lar para voltar, ao final de um dia de trabalhos intensos e cansativos.
No entanto, o lar é a base segura de todos aqueles que possuem esse grande tesouro.
Temos acompanhado as histórias de pessoas que obtiveram grande sucesso nas artes, na música, nos esportes, e todos eles apontam a união familiar como ponto de apoio seguro.
O lar é um elemento indispensável como base para uma carreira de sucesso.
Não importa o tamanho da construção nem o material de que é feito, mas importa que seja um verdadeiro ninho de amor, afeto e amizade.
Pode ser uma mansão ou uma tapera...
Um bangalô ou um barraco singelo...
Pode faltar o pão, mas não deve faltar o abraço de ternura de uma mãe dedicada...
Pode faltar uma cama confortável, mas não devem faltar os braços fortes de um pai que ampara e orienta...
Pode faltar o luxo, mas não deve faltar o toque delicado de uma mãe caprichosa.
Pode faltar muita coisa, mas não pode faltar o diálogo amigo que estreita os laços e se faz ponte de entendimento em todas as situações.
A casa pode ser frágil e não oferecer resistência contra a chuva fria, mas o lar deve ser bastante resistente para suportar as investidas das drogas e de todos os vícios.
A construção pode balançar com os açoites dos ventos impiedosos, mas o lar deve se manter firme, mesmo diante das investidas mais ásperas da indignidade e da desonra.
Se você nunca havia pensado nisso, pense agora.
E, à noitinha, enquanto o sol se despede do dia e o manto escuro da noite se estende sobre a cidade e você, vencido pelo cansaço, avistar seu lar de portas abertas e um familiar de braços abertos para dizer:
Olá! Como foi seu dia? - perceberá como é importante poder voltar para casa.
Com chuva ou com sol, lá está o nosso lar para nos acolher e nos dar abrigo.
Por essa razão, valorizemos esse refúgio seguro no qual passamos a maior parte de nossas vidas, valorizando também aqueles que compartilham conosco desse pequeno oásis e fazendo com que ele possa ser um verdadeiro porto seguro.
E nunca nos esqueçamos de que o lar, mesmo quando assinalado pelas dores decorrentes do aprimoramento das arestas dos que o constituem, é oficina purificadora onde se devem trabalhar as bases seguras da Humanidade de todos os tempos.
Redação do Momento Espírita.
Disponível no CD Momento Espírita, v. 4, ed. Fep.
Em 29.03.2010.

sábado, 3 de julho de 2010

Vídeo que fiz para o dia dos namorados

video


Muita coisa boa aconteceu no últimos meses, isso não posso negar. Não posso negar também que todas essas coisas vinheram acompanhadas a você. Não foi só um novo trabalho que ganhei, novos amigos que conheci, novas gargalhadas que dei e novos sonhos que criei. Ganhei você.
Você apareceu de repente e em um momento em que meu coração estava em pedaços pedindo socorro e um segundo de atenção. Seu sorriso lá do outro lado da sala de aula confundiu os meus pensamentos, de forma que nem eu mesma sabia o que estava acontecendo. Você era a princípio apenas um colega, um confidente e alguém que eu percebia ter um coração enorme. Alguém que realmente me cativava e me trazia alegria ao contar qualquer piada por mais besta que fosse. Percebi então que você era alguém que me fazia feliz.
Foi isso que me prendeu a você, de forma tão rápida e inesperada que fez com que tudo ficasse mais gostoso. O que hoje me deixa mais feliz é sentar um pouco e relembrar como já crescemos e superamos os maus pensamentos que no início os outros e até mesmo nós tinha-mos: "Será que essa história vai render?"
Rendeu! redeu de forma surpreendente e ainda tem muito a acontecer. Quero você do meu lado, quero você aqui, quero você sempre pertinho de mim. 

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Era Você - Música de Wilian Nascimento


Essa é uma música que fala muito sobre Eu e o Falcão



Tenho uma história
Pra te revelar
Um segredo que eu não posso
Mais guardar
Tente ouvir prestando muita atenção
Só uma coisa peço
Não se assuste, não
Antes de te conhecer eu já amei
Antes de te amar
Eu já me apaixonei
Sofri tão calado, guardei as palavras
Entre o medo e a verdade
Eu olhava para ela
E ela não me via
Falava o tempo todo dela
E ela não sabia
Pesquisei seu endereço
Flores eu mandei
Um cartão anônimo escrito
“Te amei”
No dia seguinte quis me aproximar
Peguei o ônibus que ela iria pegar
Na próxima parada
Ela embarcou
E como olhar apaixonante
Ela me olhou
Era você, a menina dos meus sonhos
Que eu me apaixonei
A menina que as flores
E o cartão eu mandei
Pra anunciar que era amada
Mesmo sem saber
Admirada muito antes de te conhecer
Era você, me perdoe esse tempo
Todo sem falar
Bem antes de te conhecer
Você vivia a vagar
Nos meus porões
Nos pensamentos meus
Até que um dia dentro do ônibus aconteceu
As nossas vidas se encontraram
Obrigado, meu Deus!

domingo, 11 de abril de 2010

Novos Amigos


Sabias que acho fascinante conhecer coisas especiais em cada pessoa? Por isso é tão bom conhecer pessoas novas. Os amigos de longa data quase já os conhecemos de cor e a nossa história quase se mistura com a deles. É a maratona da amizade. Quando nos ligamos a alguém que era desconhecido, há como que um salto em altura.
Gosto de te ter na minha vida, AMIGO NOVO. Um amigo novo faz-nos pensar em nós, em quem somos para nos apresentarmos e no que gostamos mais para poder partilhar. Depois, há o encontro de ideias, pensamentos, palavras e sentires.
Gosto de aprender algo de novo todos os dias e um amigo novo ensina-nos muitas coisas. Faz-nos pensar em coisas vendo-as de outra forma. Faz-nos imaginar outros mundos com as suas vivências pessoais. Ensina-nos a gostar de outras músicas, outras leituras e outros prazeres.

É preciso ter muito cuidado com as amizades nascentes porque, não conhecendo bem o amigo novo, podemos melindrá-lo sem querer. Fazemos apenas parte do seu presente. Não sabemos do seu passado nem dos momentos felizes nem das mágoas que carrega consigo.
Por isso, amigo novo, fala comigo sem reservas mentais. Abre o teu coração como as folhas dum livro ainda por preencher. Se te magoar, perdoa-me. Se te alegrar, sorri-me, mas não deixes que malentendidos possam turvar as águas desta amizade nascente.
Quando quiseres já sabes onde encontrar-me. Quando precisares chama por mim. Logo que eu puder responderei ao teu apelo.




Um abraço de amorizade

quarta-feira, 31 de março de 2010

TEXTO : Promessas de Casamento




Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento a igreja, com seus vestidos brancos e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre. "Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?" Acho simplista e um pouco fora da realidade. Dou aqui novas sugestões de sermões:

- Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado, lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?

- Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?

- Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que não chegaram a se concretizar?

- Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?

- Promete se deixar conhecer?

- Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta de humor?

- Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?

- Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?

- Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que casamento algum elimina?

- Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?




Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher: declaro-os maduros.








Ai, tô noiva... E agora?



Não sei bem explicar o que exatamente estou sentido nesses últimos meses. Um mix de emoções incontroláveis convive diariamente desde que MY LOVE me pediu em noivado! Sabe quando você não consegue controlar as emoções e começa a pensar em mil coisas ao mesmo tempo, sem conseguir se controlar e respirar para poder pensar: Por onde vou começar?Além de ainda estar praticamente anestesiada de tanta FELICIDADE, ainda percebo que estou totalmente perdida, afinal não tenho nem idéia por onde começar os preparativos. Por essa razão decidir fazer uma reforma geral nesse blog que antes era apenas meu, para transformá-lo em uma ferramenta para me auxiliar nessa tarefa ardua que é organizar um CASAMENTO. Espero ter o apoio de amigos e de muitas noivinhas que estão na mesma situação que eu, em busca do CASAMENTO DOS SONHOS.


Então... mãos a obra!

sexta-feira, 19 de março de 2010

O que é viver pra você?

Não é novidade pra ninguém que o mundo está mudado. Tornando-se cada vez mais mesquinho.
O ser humano não se respeita mais.
Poucas pessoas se olham nos olhos.
Crianças não brincam mais de roda ou daquelas brincadeiras inocentes.
Muitos pais de tanto trabalhar, esquecem até de ler aquele cartãozinho que ganhou de seu filho no dia dos pais a mais de um mês.
Garotas "metidas" com seus saltos altos, só se satisfazem depois de várias compras, quando encontram suas roupas de marca. Enquanto os garotos, por terem um carro e as contas pagas pelo pai, se acham no direito de dizer: Gatinhas aí vou eu!
Afinal, o que é viver pra você?
É simplesmente respirar e sentir o coração batendo?
É gastar seu precioso tempo (caso você o considere assim) em coisas fúteis?
É andar naquela "moda" que você nem acha tão legal assim, mas todos estão nessa... fazer o quê, né?
É se esconder das dificuldades, por se achar frágil demais, sendo que realmente nunca nem tentou?
É não expressar o que realmente sente por medo do que os outros vão achar?
É Refugiar-se em um ''casulo'', em um mundinho só seu?

Olhe ao seu redor. O mundo é grande demais e surpreendente!
Por mais que não acredite ainda existem pessoas que conseguem ver desenhos nas nuvens, sonham, contam estrelas, cantam (só isso, sem se preocupar com notas afinadas) dançam na chuva, correm descalços na praia ou descem rolando na areia do morro. E se por acaso acabar se machucando, as risadas surgem sem parar, esquecendo assim, nem que seja só por um instante, que não são mais crianças.
Acredite, ainda existem aqueles que choram ao ver um filme, mas não pelo mocinho ter ficado com a mocinha no final e sim por ainda acreditar que todo aquele amor pode existir na vida real.
Acredite, ainda existem sorrisos sinceros, abraços fortes, amigos que dizem um para o outro "te amo" sem medo de acharem "cafona" ou "obrigado por vc existir", sem precisar ser uma data especial!

Preste atenção no que você está fazendo da sua vida, pois ela foi dada a você para que algo de diferente seja feito e não para ser tratada como algo insignificante.



 
 Texto criado em 2006

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Bem vidos ao meu blog!




Olá, Sejam bem vindos ao meu blog!
Esse é o primeiro blog que faço e confesso não ter ainda muita intimidade com essa ótima ferramenta de comunicação da internet. Pretendo postar textos que agradem todos vocês... e de vez enquando irei colocar textos de minha autoria aí vocês podem comentar a vontade viu? Eu sou forte! kkkk...
Agradeço mais uma vez a todos pela visita!
Bjux